Brasileiros estão mais confiantes nas compras pela internet, diz pesquisa

By 5 de Fevereiro de 2015 Notícias

Apenas 8% dos entrevistados ainda têm medo de comprar na internet.
Confira pesquisa completa sobre comportamento de compra na internet.

compras pela internet

O consumidor brasileiro está mais confiante quando compra pela internet. Uma pesquisa feita no país inteiro mostrou que só 8% dos entrevistados ainda têm medo de comprar no mercado virtual. Quem compra, está satisfeito. Para os organizadores do estudo, o consumidor está mais experiente e os fornecedores estão oferecendo um serviço mais seguro e de melhor qualidade.

As lojas preferidas da radialista Juliana Paiva são aquelas que não fecham nunca. Ela compra tudo pelo computador. Roupas, livros e até esmaltes. Tudo mesmo. Uma das compras mais diferentes foi um presente.

“Comprei um cachorro para minha mãe. Vi imagem do animal, mandei e-mail, conversei com a dona. Ela me explicou sobre o animal. Aí dei o sinal para reservar e fui buscar. Deu tudo certo. Deu tudo certo. Hoje é a alegria da família”, conta Juliana.

As lojas virtuais são do tipo mais perto impossível. A maior parte das pessoas que adotou o computador como centro de compras fez a escolha por uma questão de comodidade. Da internet dá para comprar quase tudo sem fila, sem trânsito. Economiza gasolina e estacionamento e não é só isso.

Comprar em lojas virtuais caiu no gosto do brasileiro. As vantagens são muitas de acordo com uma pesquisa feita pelo Serviço de Proteção ao Crédito, o SPC Brasil, e a Confederação Nacional dos Dirigentes Lojistas.

Metade dos entrevistados alega que os preços na telinha são melhores – 33% disseram que economizam tempo; 23% citaram como vantagem a facilidade para pesquisar produtos e comparar preços, e 19% o fato de poder comprar a qualquer hora.

Eletrônicos, livros e calçados são os campeões de venda na internet e hoje o consumidor mais experiente já se sente mais seguro, menos desconfiado na hora de dar o clique final.

“A pesquisa mostrou que 93% das pessoas que compram online usam a internet há mais de três anos. Ou seja: o consumidor está mais experiente ao mesmo tempo que os fornecedores estão mais maduros. É uma seqüência de boas experiências de compra. Se a pessoa compra, ela compra de novo, ela volta no mesmo site – ela vê que não teve nenhum problema ela se torna um consumidor habitual”, fala Flávio Borges, gerente financeiro do SPC Brasil.

17% dos entrevistados disseram já ter ficado com o nome sujo por causa de compras feitas na internet.

 

fonte: g1.globo.com